Renato Cinco vai participar da CPI do Zoológico

O trabalho do legislativo carioca em 2020 vai começar com uma CPI para investigar as suspeitas de irregularidades no contrato da concessionária que administra o Jardim Zoológico.

O pedido desta CPI foi feito pelo vereador Dr. Marcos Paulo, colega de bancada do PSOL. Renato Cinco vai integrar a Comissão, que ainda não teve presidente e relator escolhidos.

Desde o início das obras do RioZoo, em 2016, pelo menos 219 animais morreram, 186 foram transferidos e 4 reintroduzidos e 18 aves de pequeno porte teriam sido furtadas. O vereador Marcos Paulo também fundamenta a CPI com diversas denúncias que relatam maus tratos aos animais.

Desde 2016 a administração do RioZoo foi transferida ao Grupo Cataratas.