Até breve

O ano de 2019 foi duro e combativo. Nosso mandato entrou em várias lutas e saímos vitoriosos em algumas delas e é importante registrá-las.

Conseguimos aprovar algumas leis como: a 201/2019, que “regulamenta o Plano Municipal de Habitação de Interesse Social para o Rio” e a 199/2019 que “institui e regulamenta o Plano Cicloviário para a cidade”.

Aprovamos também “o provimento prioritário de água e saneamento em áreas populares”, através da lei 6551. E a inclusão da Feira da Roça Agroecologia e Cultura de Vargem Grande no Calendário Oficial da Cidade, através da lei 6578.

Foram ao todo 11 leis aprovadas e a participação como relator na CPI das Enchentes. Uma Comissão Parlamentar de Inquérito que diagnosticou os problemas das inundações e deslizamentos na cidade e indicou propostas. Estivemos a frente de CPI contra o Assédio Moral no âmbito da Secretaria Municipal de Educação, que resultou em uma Comissão Especial para acolher denúncias de assédio e tomar as medidas cabíveis.

A Floresta do Camboatá não está mais invisível e resiste à sanha das empreiteiras e negociata inescrupulosa do capital.

Votamos pelo impeachment do prefeito Marcelo Crivella, mas infelizmente não foi aceito pela maioria dos vereadores.

Prestes a encerrar o ano, vivemos um colapso angustiante no serviço de saúde e os servidores correm o risco de não receberem o 13º salário. A cidade agoniza com a gestão do bispo marqueteiro e no âmbito estadual e federal a nossa sorte não é diferente. A maioria do Congresso aprovou a Reforma da Previdência e o Meio Ambiente é o que mais sofre com os devaneios do presidente.

Mas a luta não para. Por força do Regimento Interno da Câmara entraremos em recesso e voltaremos no dia 2 de janeiro. Nosso horário de funcionamento será das 10 às 16 horas e abriremos o nosso gabinete durante todo o mês de janeiro.

Seguiremos na luta e na resistência. Até breve e obrigada por nos apoiar.