18 de março: dia de luta da educação

A próxima terça-feira, 18 de março, será de luta em defesa da educação. No Rio, as redes estadual e municipal de educação realizam assembleia e um dia de greve. Às 16 horas, terá início, na Candelária, a concentração para um ato unificado.

A Greve Geral da Educação Pública vai ocorrer em todo país em defesa do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) permanente e do piso salarial nacional. A categoria luta por salários dignos, melhores condições de trabalho e contra a reforma administrativa proposta pelo governo Bolsonaro, que busca destruir o serviço público.

Educadores da rede estadual estão há seis anos sem reajuste de salário e as escolas sofrem com ausência de professores, funcionários e problemas estruturais. Situação semelhante é encontrada na rede municipal, que carece até de porteiros para controlar o acesso ao ambiente escolar.

A assembleia da Rede Estadual do 18 de março de luta será realizada às 10 da manhã, no Clube Municipal (Rua Hadock Lobo, 359, Tijuca) e da Rede Municipal, às 14 horas, em frente à Prefeitura (Rua Afonso Cavalcanti, 455, Cidade Nova).

Diante de um governo que debocha da ciência e um ministro da educação que coleciona polêmicas, a luta pela educação incorpora novos elementos de resistência. Participe da resistência neste 18 de março.