A Floresta do Camboatá é tema da Quarentena Ecossocialista e Libertária

O professor de geografia da UFRRJ, Andrews Lucena, é nosso convidado da Quarentena Ecossocialista Libertária para conversar sobre o clima da cidade, do país e do mundo e ainda sobre a importância da Floresta do Camboatá para a cidade.

Para os que não acompanham esta luta, é preciso saber que a cidade do Rio de Janeiro possui uma floresta de mata atlântica de planície na região entre Deodoro e Guadalupe. A Floresta do Camboatá é um reduto quase intocável e conseguiu sobreviver aos 500 anos de devastação da Mata-Atlântica. Diferente da floresta da Tijuca, ela não é replantada. Ela é uma área nativa e natural e é a única área de mata atlântica de planície do município. Além disso, ela guarda fauna e flora ameaçadas de extinção, como o jacaré-do-papo-amarelo, o saíra-sapucaia e um peixe nuvem que se pensava extinto.

Crivella, Witzel e Bolsonaro, contudo, uniram a esfera municipal, federal e estadual num projeto para derrubar a floresta e em seu lugar construir um autódromo. Na madrugada do dia 12 de agosto para o dia 13, a empresa licitada para o empreendimento apresentou um projeto de EIA/Rima duvidoso e o biólogo que o apresentou afirmou expressamente que a destruição da floresta seria inócua para o clima da região. Renato Cinco convidou um pesquisador do tema para comentar essa afirmação.

Andrews Lucena não é contrário a existência de autódromo no Rio de Janeiro, mas ele apresenta as razões, a luz da ciência, do porquê é inviável que ele seja feito na área do Camboatá. O pesquisador vai demonstrar as consequências desse empreendimento para a cidade, caso o poder público insista em destruir a floresta.

O programa também apresentará um mapa termal da cidade que pode ser acessado por qualquer pessoa e que guarda a memória da temperatura do município desde 1984. A Quarentena Ecossocialista e Libertária com o professor Andrew Lucena sobre a Floresta do Camboatá será exibida na próxima quarta (9), às 19h, na página de Renato Cinco do facebook (fb.com/renatocinco) e em seu canal no youtube (https://bit.ly/3h5rVtL). Vale conferir.