Visita do deputado Osmar Terra ao Uruguai provoca constrangimento

A viagem do deputado Osmar Terra (PMDB-RS) ao Uruguai para criticar o projeto de legalização do nosso vizinho não foi bem sucedida. Por não ser uma visita oficial e não representar os interesses do Estado brasileiro, o deputado proibicionista não teve uma recepção diplomática no senado uruguaio.

Terra planejava participar de uma reunião da Comissão de Saúde do Senado para apresentar argumentos contrários à legalização da maconha. Mas antes de abrir as portas para o deputado brasileiro, os parlamentares uruguaios iniciaram um debate sobre a legitimidade de visita. O deputado brasileiro tomou um chá de cadeira na sala de espera.

Alguns senadores trataram a visita como uma tentativa de intromissão na política uruguaia e sugeriram que a recepção fosse tratada como uma visita informal. Os detalhes desta reunião constam na taquigrafia publicada no site do senado uruguaio.

Vale lembrar que o deputado Osmar Terra é o autor do retrógrado projeto de lei 7663/10 (atual PLC 37/2013), que no texto inicial determinava a criação de um maquiavélico cadastro nacional de usuários de drogas, além de fortalecer a política de internações compulsórias em comunidades terapêuticas.