Contra a criminalização do PSOL e do protesto social

A trágica morte do repórter cinematográfico Santiago Andrade vem sendo utilizada pela mídia grande e por setores da direita para tentar para criminalizar o PSOL e os lutadores sociais. Esperam, assim, evitar que a legítima indignação popular exploda em uma nova onda de manifestações em 2014, prejudicando os negócios escusos e os interesses eleitorais das classes dominantes.

Diante de tais ataques, o vereador Renato Cinco ocupou a tribuna da Câmara para desmontar as falsas acusações levantadas contra o partido e defender o direito à livre manifestação.

 

Leia a nota do vereador Renato Cinco sobre a matéria da revista Veja intitulada “Vereadores e delegado aparecem em lista de doadores dos Black Blocs”