Convenção Estadual do PSOL

Na próxima sexta-feira (13), às 14h, no Salão Nobre da Câmara de Vereadores, acontecerá a Convenção Estadual do PSOL-RJ. Nela, será oficializada a chapa do partido para as próximas eleições. Serão apresentados os nomes dos pré-candidatos ao governo, o professor Tarcísio Motta, e ao Senado, o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFF (SINTUFF) Pedro Rosa. Serão apresentadas, também, as pré-candidaturas para deputados estaduais e federais pelo Rio. O Diretório Estadual divulgou a carta “Compromisso público dos pré-candidatos do PSOL”, um decálogo que serve de antídoto contra a crescente perda das fronteiras éticas e ideológicas na vida política. Leia a íntegra do documento:

Compromisso público dos pré-candidatos do PSOL

1- AGIR coletivamente, sempre de acordo com o Programa e as Deliberações Partidárias, em defesa do interesse público e da elevação da consciência política e organização populares;

2- RESPEITAR a autonomia das organizações dos trabalhadores e do povo, a partir do seu local de moradia, trabalho e/ou estudo, apoiando seu protagonismo na conquista e preservação de direitos;

3- LUTAR pela democratização radical da sociedade, isto é, dos meios de governar, legislar e produzir, estando junto às lutas dos movimentos sociais, na sua diversidade, e repudiando sua criminalização e todas as formas de injustiça;

4- COMBATER o personalismo, o carreirismo, o fundamentalismo e o autoritarismo que prosperam na política brasileira, buscando representar – e não substituir – as maiorias sociais excluídas;

5- PROMOVER total transparência dos recursos arrecadados e gastos na campanha, bem como das receitas e despesas do dinheiro público no exercício dos mandatos;

6- ESTIMULAR as doações cidadãs para as nossas campanhas, sempre austeras, não aceitando recursos de pessoas jurídicas como bancos, multinacionais, empresas de ônibus, do agronegócio e todas as que tenham contencioso trabalhista e ambiental;

7- CUMPRIR as obrigações partidárias, participando dos seus fóruns e contribuindo regularmente com o Partido, como dispõem seu estatuto e normas complementares;

8- REPUDIAR a demagogia, a compra de votos, o ‘arrebanhamento’ despolitizado, as promessas de ganhos individuais para os eleitores, os abusos do poder econômico e político e a utilização de ‘cabos eleitorais’ pagos;

9- DEFENDER o Estado Laico, os princípios republicanos e a participação popular permanente, combatendo todas as formas de preconceito, como a homofobia, o racismo e o machismo;

10- CONQUISTAR, através do convencimento político, abordando os ‘diferentes e os indiferentes’, a adesão ao nosso projeto de cidade, de estado e de país, na perspectiva da construção de um mundo socialmente justo, politicamente diverso, ambientalmente sustentável e democraticamente socialista e igualitário.

(Em honra à memória viva de Carlos Nelson Coutinho – 1943/2012)

Rio de Janeiro, 7 de junho de 2013.

Diretório Estadual do PSOL/RJ