Uma noite de magia, poesia e cultura

A entrega da medalha Pedro Ernesto ao Centro do Teatro do Oprimido (CTO), promovida pelo mandato do vereador Renato Cinco (PSOL), foi um sucesso.

A homenagem aconteceu na noite desta terça-feira (23), na UniRio, e reuniu centenas de pessoas, entre elas artistas e amantes da cultura.
A mesa foi formada por Amir Haddad (Diretor do grupo “Tá na Rua”); Mineirinho (representante do Coletivo Nacional de Cultura do MST); e Natália Fiche (Professora da Escola de Teatro da UniRIO e Coordenadora do Projeto Teatro na Prisão).


A cerimônia também contou com apresentações da Cia. Marginal; Tá Na Rua; Marias do Brasil; e GTO da favela da Maré.

O CTO é um centro de pesquisa e difusão da metodologia do Teatro do Oprimido, criada por Augusto Boal. Esse método foi fruto de sua experiência no exílio. Ao retornar para o Brasil, Boal fundou o CTO, em 1986, e iniciou um trabalho com comunidades, grupos e movimentos sociais que representam os oprimidos e marginalizados.

Hoje, o CTO desenvolve projetos, em diversas áreas, em todo o Brasil e em países como Moçambique, Guiné Bissau, Angola e Senegal.