Renato Cinco participa de audiência sobre a legalização da maconha

111A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado tem realizado uma série de audiências públicas para debater a chamada “sugestão 8”, proposta de legalização da maconha criada no Portal e-Cidadania daquela Casa pelo ativista André Kiepper, que recebeu apoio de mais de 20 mil pessoas em apenas oito dias. Caberá ao senador Cristovam Buarque (PDT-DF) transformar a “sugestão” em Projeto de Lei.

O vereador Renato Cinco (PSOL) participou da última audiência, realizada na segunda-feira passada (13). A mesa foi formada por defensores da proibição da maconha. Entretanto, a militância antiproibicionista de diversos estados marcou presença e questionou os argumentos dos opositores da legalização.

Cinco abordou os malefícios da proibição das drogas, responsável pelo encarceramento de milhares de pessoas: a maioria destes é preso sem armas, com pequena quantidade de drogas e sem provas de ligação com organizações criminosas.

“Recentemente, aqui no plenário, um policial federal chegou a dizer que não existe mais proibição no Brasil. Eu queria lembrar ao policial que há pelo menos 150 mil pessoas encarceradas, hoje, no Brasil, exclusivamente porque venderam para alguém uma substância que aquela pessoa queria comprar. São mais de 150 mil jovens matriculados na universidade do crime, aprendendo a ser criminosos, aprendendo a ser violentos, aprendendo a se associar com facções criminosas, porque venderam para alguém que queria comprar”, destacou o vereador.