Vereadores com medo dos professores?

No dia do professor, os vereadores do Rio de Janeiro não compareceram ao plenário da Câmara. A sessão não foi realizada por falta de quórum. Situação semelhante ocorreu quando os profissionais de educação ocuparam as ruas do Rio para protestar contra a aprovação de um plano de cargos e salários que não atendia às demandas da categoria.

Em discurso na tarde de quinta-feira (16), o vereador Renato Cinco criticou o sucateamento da educação pública no Brasil, citando números sobre a falta de verbas e condenando a retirada da autonomia pedagógica das escolas.

Dados da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) mostram que os salários dos professores brasileiros são extremamente baixos quando comparados aos países desenvolvidos. Os valores fazem parte do estudo “Education at a Glance 2014”, que mapeia informações sobre o setor nos 34 países membros da organização e 10 parceiros, incluindo o Brasil.

Cinco também parabenizou os educadores, que passaram por tudo isso de cabeça erguida e tiveram a coragem de realizar uma greve que entrou para a história.