Dia Nacional da Maconha Medicinal

maconha_medicinal_20x15Finalmente o debate sobre o uso medicinal da maconha ganhou força no Brasil! A repercussão do caso Anny (criança de 5 anos que teve uma radical redução nas crises de epilepsia após iniciar um tratamento com o canabidiol) tornou público o drama de muitas famílias. Agora, elas sabem que a tão demonizada maconha pode ser um remédio mais eficaz que os oferecidos pela indústria farmacêutica.

Para promover este debate tão ofuscado pelo proibicionismo, a militância canábica vai organizar em 27 de novembro o “Dia Nacional da Maconha Medicinal”. No Rio de Janeiro, teremos um ato com debate, música, cinema e política na Cinelândia, às 16h20.

Também será realizada uma caminhada até a sede da ANVISA, no Rio de Janeiro. O órgão sanitário é o responsável por liberar a entrada de medicamento feito com maconha. Mães e pais brasileiros que buscam a maconha medicinal estão enfrentando o preconceito e o risco de sofrer as punições hoje previstas para o tráfico de drogas.

Neste 27 novembro, estaremos nas rua para apresentar como a maconha pode ajudar no tratamento de doenças como a esclerose múltipla, aliviando náuseas e vômitos de pessoas que fazem quimioterapia, estimulando o apetite de portadores do vírus HIV, entre outros.