Roberto Leher é eleito o novo reitor da UFRJ

reitoriaA apuração das urnas começou na manhã de quinta-feira (07). A Chapa 20, formada pelos professores Roberto Leher e Denise Nascimento, começou perdendo, mas a vitória veio de virada. No início da tarde, já era possível saber o resultado.

Milhares de estudantes, funcionários e professores protagonizaram algo inédito e histórico na UFRJ. Os dias que antecederam o segundo turno foram emocionantes. Uma militância arraigada e incansável, formada por alunos, ex-alunos, professores e funcionários da universidade, cobriu todos os campus com panfletos, cartazes e muito debate.

A UFRJ é a maior universidade federal do país. Foi a primeira instituição oficial de ensino superior do Brasil. São ao todo 157 cursos de graduação e 580 de pós-graduação. Possui nove unidades hospitalares e centenas de laboratórios, além de dezenas de bibliotecas e sete museus, todos espalhados em dez municípios.

No dia em que foi divulgada a vitória da Chapa 20, o vereador Renato Cinco (PSOL) – ex-aluno da Instituição –  foi à tribuna da Câmara comemorar:

“Fico muito feliz que a UFRJ tenha votado em defesa da universidade pública, gratuita, laica e democrática. A universidade optou claramente por uma chapa de reitor e vice-reitor que questiona as políticas neoliberais, que destroem a universidade brasileira desde o governo Fernando Henrique Cardoso. Temos um reitor, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, comprometido com a gestão pública da universidade; utilizando a gestão democrática como método; enterrando definitivamente qualquer lógica privatista.”

Veja o discurso: