Colapso hídrico se agrava no Brasil

Na última terça-feira (08), o vereador Renato Cinco, presidente da Comissão sobre o Colapso Hídrico da Câmara Municipal, falou sobre os níveis de água nos reservatórios do Brasil. No sistema Guandu, no Rio de Janeiro, o início do mês de setembro registrou 6,9%, o pior índice desde 1995, quando se iniciou a medição diária.

Cinco chamou a atenção ao fato de que não se trata apenas de um problema de falta de chuva.”Uma situação como a que a gente está vivendo é parecida com o desastre de um avião. São vários erros que levam à queda de um avião. O colapso hídrico, especialmente em um país conhecido por ser rico em água, chegar à situação como chegou, são muitos erros, erros graves. E as respostas das autoridades são insuficientes”, disse.

O vereador também criticou as campanhas limitadas a reduzir apenas o consumo humano de água, já que este representa menos de 10% do que é utilizado. “É preciso debater o papel do agronegócio, da indústria e da mineração nesta crise”, declarou.

Assista ao pronunciamento:

No próximo dia 24/9, às 10h30, a Câmara Municipal vai realizar uma Audiência Pública da Comissão Especial sobre o Colapso Hídrico, com representantes da universidade e da sociedade civil, para discutir o tema.