Violação dos direitos humanos no Rio de Janeiro

Na quinta-feira (10), foi celebrado mais um “Dia Internacional dos Direitos Humanos”. No plenário da Câmara Municipal, o vereador Renato Cinco, vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa, apresentou dados de como o Rio de Janeiro coleciona diversas violações dessa importante conquista da humanidade.

Cinco lembrou que guerra às drogas é o principal vetor da violação de direitos humanos na nossa cidade, com confrontos que resultam em morte de traficantes, policiais e pessoas sem relação com essa questão, principalmente nas áreas mais carentes do Rio. “Trata-se de uma guerra aos pobres disfarçada de guerra às drogas”, disse.

Também lembrou o elevado número de casos de violência contra a mulher e como a transformação do Rio em “Cidade Olímpica” oprime a população mais pobre. “Pessoas e comunidades são apagadas em nome dos megaeventos”, afirmou.

Veja a íntegra do discurso:

Neste “Dia Internacional dos Direitos Humanos” foi realizado, no Parque de Madureira, o festival “Todo Mundo Tem Direitos”. Renato Cinco participou da atividade, debatendo a guerra às drogas.