Requerimentos solicitam informações sobre Residência Terapêutica

Na última quinta-feira (03), nosso mandato protocolou dois requerimentos de informação dirigidos à Secretaria Municipal de Saúde sobre o Programa de Residência Terapêutica. Não bastasse o secretário Daniel Soranz já ter uma decisão judicial que o obriga a abrir novas vagas de Residência Terapêutica (RT) para os pacientes que saíram do sistema penitenciário, há meses os funcionários desligados da Apacojum (contratada para prestação de serviço de RT) aguardam suas verbas trabalhistas.

Em uma cidade em que os trabalhadores e os pacientes são desrespeitados, a saúde mental não parece ser prioridade!

Veja os requerimentos: