Prefeitura ataca a Vila Autódromo mais uma vez

A caixa de maldades da prefeitura do Rio contra os moradores da Vila Autódromo foi aberta mais uma vez. Desta vez, no Dia Internacional das Mulheres (08), os tratores do prefeito Eduardo Paes demoliram a casa da Maria da Penha, uma das lideranças da resistência na comunidade.

No dia que perdeu a casa, Maria da Penha se preparava para receber a medalha de Mulher Cidadã na ALERJ. Depois de várias semanas em alerta, na manhã desta terça-feira, a tropa de choque enviada pela Prefeitura, de forma covarde, promoveu mais essa ação ilegal na Vila Autódromo.

Em discurso no plenário da Câmara, o vereador Renato Cinco lamentou mais uma ação truculenta da prefeitura para beneficiar as empreiteiras do Parque Olímpico. “Penha sempre destacou que, independente de valores, sua casa e sua comunidade não estavam à venda”, declarou.

Cinco também citou outras lutadoras que perderam a casa na Vila Autódromo, como a companheira Jane Nascimento, outra liderança da Vila Autódromo, e Heloísa Helena Costa Berto, a mãe de santo Luizinha de Nanã, que no ano passado foi homenageada pelo nosso mandato com a Medalha Pedro Ernesto.

Veja a íntegra do discurso:

A resistência em defesa da Vila Autódromo precisa continuar. Nosso mandato segue mobilizado para acompanhar a questão e em defesa de todos que perderam sua casa e por todos que continuam morando ali.