David Harvey, ativista carioca

Na noite da próxima sexta-feira (11), a Cinelândia será ocupada por lutadores que buscam tornar o Rio de Janeiro um lugar melhor. David Harvey e Marcelo Freixo farão o debate público “RIO: Cidade Rebelde”, que encerra a semana de atividades promovidas pelo movimento “Se a Cidade Fosse Nossa”. A concentração na Cinelândia começará às 18h. Confirme presença no Facebook.

Além dos debates realizados no Cine Odeon, o geógrafo David Harvey viveu uma semana de ativista carioca. Ele participou do ato do Dia Internacional de Luta das Mulheres e conheceu de perto a resistência dos moradores da Vila Autódromo.

Harvey nos ajuda a entender as transformações por que passa o Rio. A cidade, que recebeu diversos megaeventos nos últimos anos, o mais importante será as Olimpíadas, despertou o interesse de grandes grupos empresariais que, em associação com o poder público e grupos de comunicação, fizeram do espaço urbano fonte de lucro.

“A preocupação é construir uma cidade em que se possa especular, em vez de construir cidades decentes para as pessoas viverem. O capital global depende pesadamente da urbanização para se estabilizar. A resposta à crise de 2008 foi criar dinheiro e pressão pela valorização do dinheiro. O capital está com dificuldade de encontrar lugares lucrativos para sua valorização, e a urbanização é um desses lugares”, explicou.