DCE da UFRJ será homenageado com medalha Pedro Ernesto

medalhaDCE_UFRJ

No dia 7 de abril (quinta-feira), às 18h30, o mandato do vereador Renato Cinco vai oferecer a medalha Pedro Ernesto ao Diretório Central dos Estudantes da UFRJ. A atividade será realizada no Campus da Praia Vermelha da UFRJ, em frente ao DCE. Será realizado um debate com Luiz Rodolfo “Gaiola” (tradutor e militante do Grupo Tortura Nunca Mais) – diretor da entidade nos anos 1960 (gestão 68/69); Alcebíades Teixeira “Bid” – membro do DCE nos anos 1980; Anderson Ulisses – diretor nos anos 1990 (gestões 94/95, 95/96 e 99/00); e representante da gestão dos anos 2010.

Após o debate, haverá uma confraternização com apresentações do MC Leonardo e DJ´s.

Evento no Facebook.

O Diretório Central dos Estudantes da UFRJ é a entidade representativa dos graduandos da universidade. Fundado em 1930, teve participação ativa na vida política brasileira em diversos momentos históricos, por exemplo na resistência à ditadura civil-militar, assim como na resistência ao neoliberalismo nos anos recentes.

Mário de Souza Prata foi um estudante de engenharia e o último presidente do DCE da UFRJ antes do seu fechamento pela ditadura. Mais tarde, foi assassinado pelos militares em Campo Grande, na Zona Oeste. Depois da abertura política na década de 80, o DCE da UFRJ passou a se chamar DCE Mário Prata, em sua homenagem.

Reaberto, o DCE Mário Prata participou de diversas lutas como as “Diretas Já”, o “Fora Collor” e contra as privatizações do Governo FHC. Na UFRJ, participou da derrubada de diversos diretores de faculdades envolvidos em corrupção, das lutas em defesa da democratização da gestão universitária e de melhorias nas políticas de assistência estudantil.

Ao longo de sua história, se destacou na luta pelo ensino público, gratuito e de qualidade e em defesa de uma sociedade mais justa, igualitária e libertária.

Mais recentemente, lutou contra a precarização da universidade pública imposta pelo Governo Federal e participou da conquista dos bandejões da UFRJ.

Nas manifestações de 2013 e em diversas lutas sociais importantes para nossa cidade, a bandeira do DCE Mário Prata foi e continua sendo uma referência para milhares de estudantes, além de diversos lutadores sociais.