PEC 241: um assalto com a lei praticado por Temer ao Brasil

5Está em processo de votação na Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, a “PEC do Teto” ou “PEC do desmonte” ou ainda “PEC do fim do mundo”.
A PEC foi aprovada na primeira votação por 366 votos a favor, 111 deputados votando contrariamente e duas abstenções. Os deputados ainda votarão mais uma vez (em data ainda não definida) e, se novamente aprovarem, a proposta segue para votação no Senado.

A proposta, enviada pelo governo Temer, congela os investimentos – já parcos – em saúde, educação, salário mínimo e outras áreas sociais. Os reajustes só ocorrerão conforme a inflação do último ano. Se a regra já valesse para os últimos dez anos, o salário mínimo seria de 550 reais, em vez dos 880 reais atuais.

Sobre mais este ataque do governo Temer aos já combalidos serviços públicos no Brasil, o vereador Renato Cinco deu sua opinião:
“Espero que o debate sobre a PEC 241 faça com que mais pessoas entendam que os maiores roubos contra o povo brasileiro não acontecem através da corrupção de atos ilegais. Os maiores assaltos não são os ilegais, são os praticados com as leis”, publicou Cinco em sua página no facebook.

Vale lembrar que no domingo (09), Michel Temer ofereceu um banquete para cerca de 280 pessoas, entre ministros e parlamentares aliados, e, em discurso no jantar, pressionou para garantir que a votação dos deputados fosse a favor da PEC.

Vai Ter Luta!

Mais de 240 escolas por todo o Brasil (a maioria no estado do Paraná) já estão ocupadas pelos estudantes em protesto contra o corte na educação que a PEC 241 promoverá, além da MP do Ensino Médio de Temer, que retira a obrigatoriedade do ensino de artes, educação física, filosofia e sociologia nas escolas públicas.

Sobre a PEC 241, a Auditoria Cidadã da Dívida realizou um bom vídeo explicativo, argumentando porque a proposta esconde um esquema fraudulento em que o congelamento dos investimentos sociais garantirá ainda mais lucro a investidores privados.

Assista aqui:

Saiba mais sobre a PEC 241 aqui – https://www.facebook.com/brasil2036.org.br/posts/320196555014901