Fim de um ciclo

3Renato Cinco aproveitou o último discurso em plenário do ano para agradecer a todos os apoiadores, fazer um breve balanço do seu primeiro mandato e expor suas expectativas para a próxima gestão municipal.

Algumas das principais pautas políticas da cidade nos últimos 4 anos vieram do enfrentamento a políticas implementadas pelo governo Paes. O que aconteceu nos 8 anos de gestão do PMDB foi o desperdício dos investimentos dedicados aos megaeventos, que poderiam ter sido utilizados para a melhoria da vida da população, com moradia, mobilidade e saneamento.

Eduardo Paes, ao incorporar o espírito do Prefeito Pereira Passos, retomou a lógica de que o poder público tem o direito de expulsar os mais pobres e garantir a estrutura para que o grande capital se instale. E essa é a marca de seu governo, que produziu doença nas favelas para fazer as remoções e permitiu trabalho escravo na construção de instalações olímpicas.

Em relação ao governo de Crivella, Renato afirmou ter 2 medos: que o prefeito eleito não tenha respeito pela laicidade do Estado e que abrace o mesmo pacote de austeridade que vem sendo implementado pelos governos federal e estadual, se utilizando do seu poder para promover a repressão.

Sobre a possibilidade de retrocessos, reafirmou seu compromisso com uma escola crítica. Para Cinco, o combate ao projeto “Escola sem Partido” é um dos grandes desafios para o ano que vem: “não podemos permitir que este projeto de censura vença”, afirmou.

Veja o discurso na íntegra: