CPI das Olimpíadas já!

Na última quarta-feira (12), o vereador Renato Cinco apresentou um pedido de CPI para investigar os indícios de pagamento de suborno ao ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB) para facilitação de contratos relacionados à Olimpíada de 2016.

O nome de Paes aparece na delação do executivo da Odebrech Benedicto Barbosa da Silva, que declarou ter pago mais de R$ 16 milhões ao ex-prefeito do Rio, o “Nervosinho” da lista de recebedores de propina da construtora.

De acordo com o conteúdo da delação, os recursos foram repassados em 2012, sendo 11 milhões no Brasil e 5 milhões no exterior.

“O parlamento carioca precisa passar a limpo o governo Eduardo Paes. Não podemos permitir que a Câmara Municipal fique omissa diante das denúncias de desvio do dinheiro público e da corrupção promovida pelo governo Paes”, declarou Cinco.

Veja a íntegra do discurso:

Não é a primeira vez que o ex-prefeito é acusado de facilitação em obras do tipo. Em dezembro de 2016, foi decretado pela justiça o bloqueio dos bens de Paes, que foi acusado de improbidade administrativa na construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra da Tijuca, em benefício da construtora Fio Empreendimentos.

Em novembro de 2014, durante a preparação do Rio para os Jogos Olímpicos, nosso mandato apresentou um pedido de CPI para investigar o processo de licenciamento ambiental e implantação do campo de golfe usado na competição. Infelizmente, a base governista de Eduardo Paes se mobilizou para impedir que conseguíssemos as 17 assinaturas necessárias para a instalação da CPI.

Participe da Panela de Pressão da CPI das Olimpíadas:
http://paneladepressao.nossascidades.org/campaigns/1013