Governo Temer ataca os povos indígenas

Para o homem branco, o 19 de abril é lembrado como o “Dia do Índio”. A questionável celebração da data perde ainda mais força quando analisamos as condições de sobrevivência e as constantes ameaças sofridas pelos povos originários no Brasil.

Em discurso no plenário da Câmara Municipal, o vereador Renato Cinco citou os problemas que afetam várias tribos. Cinco lamentou a declaração do atual ministro da Justiça, Osmar Serraglio, que afirmou em entrevista que “terra não enche barriga de indígena”.

Também foi grave a declaração do ex-presidente da Funai no governo Temer. O dentista e pastor evangélico Antônio Costa afirmou que ” os índios não podem ficar parados no tempo” e que eles devem se inserir no “sistema produtivo” nacional.

“O desmonte da Funai, agora, faz com que completemos um ano sem demarcações de terras, com o orçamento congelado em 2016. O orçamento executado foi de R$ 531 milhões, contra R$ 534 milhões em 2015”, declarou Cinco.

Veja a íntegra do discurso: