Covardia na Cracolândia de SP

Barbárie é uma palavra limitada para definir a atuação, no último domingo (21), da polícia de São Paulo, em parceria com a prefeitura de João Dória (PSDB), para “acabar” com a cracolândia na região central da capital paulista. Na prática, a ação, com tiros e bombas de efeito moral, apenas espalhou a população que vivia na região para outras ruas e ignorou totalmente qualquer oferta de apoio o ou tratamento para os usuários de crack.

A repressão bélica contra a cracolândia seguiu acontecendo durante a semana. Na terça-feira (22), a vontade do prefeito João Dória de agilizar a limpeza social na região resultou em tragédia. A demolição de um imóvel, com o pretexto de acabar com espaços utilizados por usuários de drogas, acabou ferindo três pessoas de um imóvel vizinho. Testemunhas disseram que havia pessoas dormindo no local e que elas não foram avisadas da ação da demolição.

Também é lamentável a decisão de João Dória de acabar com o programa ‘De braços abertos’, criado pela gestão de Fernando Haddad (PT). Os beneficiários tinham acesso à moradia em hotéis e ofertas de emprego em serviços como varrição e jardinagem.

O vereador Renato Cinco lamentou, em discurso no plenário da Câmara Municipal, a estúpida operação da polícia paulista, apresentou dados sobre o fracasso da política de tratamento para o abuso de drogas baseada na internação e defendeu as ações de redução de danos.

“A substituição do que estava sendo conquistado pelo programa ‘De Braços Abertos’, com todas as dificuldades, pela barbárie da violência, e pelo programa ‘Redenção’, que visa restabelecer a política da internação compulsória, não tem fundamento no cuidado com os usuários de drogas. Tem fundamento em outros interesses”, declarou Cinco.

Veja a íntegra do discurso:

Nosso mandato é autor do Projeto de Lei 150/2017, que estabelece a redução de danos e riscos como política municipal de saúde. A redução de danos engloba todas as políticas, programas e práticas que tenham como prioridade reduzir os riscos à saúde (física, mental e social) decorrentes do uso de drogas lícitas ou ilícitas.

Link para o Projeto