Os vetos de Crivella

O caminho para a aprovação de um Projeto de Lei não é fácil na Câmara Municipal. Quando a proposta vem da oposição, então, por mais relevância que tenha, é ainda mais complicado.

O mandato de Renato Cinco apresentou vários projetos em consonância com os interesses dos explorados e oprimidos. Uma das nossas propostas foi o Projeto de Lei 1522/2015, que obriga a publicização prévia das alterações de linhas de ônibus e vans no município do Rio de Janeiro. O projeto foi exaustivamente discutido com o líder do governo, modificado dentro dos limites da razoabilidade e aprovado pelos parlamentares. Mesmo assim, o prefeito vetou o PL.

Chama a atenção que, no mesmo dia, todos os projetos relevantes, como o que torna obrigatório o teste do pezinho e outro que prevê a contratação de jovens pelas empresas terceirizadas, também foram vetados por Crivella.

Já os que não mudam substancialmente a vida dos moradores do Rio, como mudanças de nomes de rua, foram sancionados.

Agora, PL 1522/2015 voltará à Câmara. Esperamos que os vereadores derrubem o veto. Para isso, a pressão popular será fundamental!