Debate “Meio ambiente e Ecossocialismo” na Câmara Municipal

O agronegócio avança e a floresta chora. Neste contexto, com as lutas sociais em defesa do meio ambiente precisando de apoio, o mandato do vereador Renato Cinco vai promover na próxima segunda-feira (05), às 9h, o debate “Meio ambiente e Ecossocialismo”. A atividade será realizada no plenário da Câmara Municipal, na Cinelândia.

A mesa do debate será formada por Alexandre Araújo (Físico do Clima e Professor da Universidade Estadual do Ceará – UEC); Silvia Baptista (quilombola, agricultora urbana e mestre na área de informação e comunicação da saúde); Joéci Lopes Miranda (Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB, do Fórum SOS Capixaba do Rio Doce e da campanha “Nem um poço a mais”) e Marcelo Luiz (Dirigente Nacional do MST).

Desde de 2012, com a aprovação do Código Florestal, assistimos à consolidação no Congresso Nacional e no Governo Federal do poder de setores que vêm destruindo a natureza por mais lucro. Empresários do agronegócio e da mineração foram anistiados de crimes ambientais. O desrespeito aos licenciamentos ambientais e o desmantelamento de órgãos públicos, como o INCRA e a FUNAI, colaboram para os abusos das investidas do capital.

Em discurso no plenário da Câmara Municipal, o vereador Renato Cinco apontou alguns retrocessos na legislação ambiental que foram feitos para atender os interesses do agronegócio, atacando o meio ambiente.

Veja a íntegra do discurso:

Mais do que nunca, é necessário parar esta máquina de destruição que é o capitalismo. Precisamos lutar por relações sociais que não visem o lucro e estejam em equilíbrio com a vida de todos os seres vivos.

Evento no facebook