Política de drogas laica e científica

Na manhã da última terça-feira (06), a Comissão de Prevenção às Drogas da Câmara Municipal realizou uma Audiência Pública com o tema “O papel das entidades sociais religiosas na prevenção e recuperação à dependência química”.

Cabe lembrar que, em maio deste ano, foi divulgada a notícia sobre a intenção do governo Marcelo Crivella de fazer um convênio com cerca de 70 igrejas evangélicas da cidade para acolher a população em situação de rua.

Presente na audiência, o vereador Renato Cinco destacou a importância do poder público formular políticas alinhadas com o rigor científico e o respeito ao estado laico. “Nenhum estabelecimento, religioso ou laico, pode oferecer serviços de atenção ao usuário de drogas sem estar submetido ao controle dos profissionais de saúde mental. Nesse aspecto, a igreja tem que obedecer à ciência”, explicou.

No discurso, Cinco afirmou que o poder público precisa entender que o uso problemático afeta apenas a minoria dos usuários. “O foco das políticas públicas deve ser na atenção ao uso problemático de droga”, declarou o vereador.

Veja a íntegra do discurso: