Dória e Alckmin atacam a Cracolândia de SP mais uma vez

Mais uma vez, a polícia de São Paulo mobilizou agentes para reprimir, com muita covardia e maldade, a Cracolândia da capital paulista. O ataque do último domingo (11) não poupou nem cobertores e casacos da população em situação de rua, que foram recolhidos apesar do frio de 8ºC.

O vereador Renato Cinco lamentou as declarações de João Dória e do governador Geraldo Alckmin, ambos do PSDB, para justificar a repressão. Chegaram ao absurdo de dizer que a repressão, que espalha as pessoas pelas ruas do Centro de São Paulo, vai facilitar o atendimento das equipes de saúde. Ao pensar desta forma, ambos desprezam a perda de confiança da população da Cracolândia em qualquer agente público.

“A Cidade de São Paulo estava tentando superar décadas de uma política exclusivamente repressora, através do ‘Programa De Braços Abertos’, que era um programa que eu criticava pela insuficiência de recursos, pela necessidade de receber mais investimentos da Prefeitura de São Paulo. O que o prefeito Dória fez foi interromper o caminho na direção correta e retomar o caminho da repressão,” declarou Cinco.

Veja a íntegra do discurso:

Apesar da brutalidade e covardia de Dória, um vereador da Câmara Municipal do Rio apresentou pedido para homenagear o prefeito de São Paulo com o título de cidadão honorário. “Ele acabou de retribuir as homenagens da Câmara Municipal cometendo mais atrocidades”, lamentou Cinco.