Em marcha contra a injustiça climática

Nesta terça-feira (31), o vereador Renato Cinco exibiu, no plenário da Câmara Municipal, mais um vídeo da série “Ciência do Clima em Gotas”, produzida pela página “O que você faria se soubesse o que eu sei”, de Alexandre Araújo Costa, cientista do clima e professor da Universidade Estadual do Ceará.

O 7º programa da série, intitulado “Injustiça Climática”, revela que são as pessoas mais pobres as que mais sofrem quando se trata das mudanças climáticas.

Crivella despreza a questão ambiental

Quando o prefeito Marcelo Crivella apresentou o seu secretariado, nós protestamos contra a extinção da Secretaria de Meio Ambiente, convertida em subsecretaria e anexada à Secretaria de Conservação.

Nesta quarta-feira, foi publicado no Diário Oficial, que a subsecretaria passará a ser Coordenadoria de Meio Ambiente. Lamentamos esse fato, sobretudo numa semana em que estamos nos preparativos para fazer acontecer a Marcha do Clima.

“Num momento em que o nosso planeta atravessa uma crise ambiental, sendo o Rio de Janeiro uma das cidades que mais vai sentir os impactos dessa crise, em vez de a gente avançar, a gente retrocede. A questão ambiental não pode ser tratada como uma questão menor. O poder público precisa reconhecer que essa é uma questão fundamental para a nossa espécie no século XXI. As medidas do governo Crivella vão na contramão do que esperam ambientalistas e das necessidades da nossa cidade e do planeta”, destacou Cinco.

Marcha Popular do Clima

No dia 12 de novembro, vai acontecer no Rio de Janeiro a Marcha Popular do Clima. Queremos mostrar, entre outras questões, como as consequências das mudanças climáticas já estão atingindo as vidas das populações do planeta. É fundamental lutarmos para combater as mudanças climáticas, enfrentando também o racismo e a injustiça ambiental.