Basta de turmas fechadas

No ano passado, 375 turmas da rede municipal de ensino foram fechadas. As decisões de eliminar as classes têm sido adotadas de forma meramente burocrática e sem qualquer discussão com a comunidade escolar.

Para evitar tal problema, o vereador Renato Cinco apresentou o PL 435/2017, que regulamenta o fechamento ou a transferência de turmas da rede municipal. O artigo 1º do Projeto prevê que tal decisão deve ter a anuência do Conselho Escola Comunidade (CEC).

O CEC é formado por: diretor da escola, professores, pais, alunos, funcionários e representante da associação de moradores (se houver alguma na região).

Em discurso no plenário, Cinco pediu apoio ao Projeto e denunciou a situação precária da educação pública no Rio de Janeiro.

“Na mesma semana que a gente vê a intervenção no Rio de Janeiro, a gente vê também no noticiário que faltam professores nas escolas públicas; quer dizer, não se faz nada para enfrentar as causas da violência”, declarou.

O fechamento de turmas desestrutura o trabalho pedagógico da escola como um todo e superlota outras classes.

O PL está na pauta da Câmara Municipal. Ele precisa passar por duas votações para ser aprovado.

Leia a íntegra do PL