Basta de guerra aos pobres

O último fim de semana foi sangrento no Rio. Na favela da Rocinha, oito homens foram mortos. Familiares afirmaram que os PMs chegaram atirando em um baile funk. Em Maricá, na região metropolitana, outros cinco rapazes, três deles menores de idade, foram executados com tiros na cabeça. A delegada que investiga o caso declarou que o crime foi cometido por milicianos.

Dados do “Mapa da Violência de 2014” mostram que, a cada 23 minutos, um jovem negro é executado no Brasil. Todos os anos, mais de 23 mil negros, entre 15 e 29 anos, morrem vítimas da violência no país.

Os crimes aconteceram poucos dias após as execuções da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, há pouco mais de um mês do início da intervenção federal.

É preciso dar um fim ao extermínio da juventude negra, favelada e da periferia. Basta de guerra aos pobres!