O maio verde e a luta pela legalização da maconha

No calendário de lutas, o mês de maio é marcado pela defesa da legalização da maconha, com passeatas em diversas cidades. Este ano a Marcha vai ocorrer em mais de 40 locais do Brasil. No Rio, a manifestação, realizada em 5 de maio, mobilizou mais de 15 mil pessoas.

No próximo sábado (26), acontecerá a Marcha da Maconha de Niterói. A concentração começará, às 14h20, no Terminal Rodoviário (ao lado da estação das barcas). No dia 1º de junho, acontecerá a Marcha da Maconha de Nova Friburgo, na Praça Doutor Demerval Barbosa Moreira, com concentração às 14h20.

Este ano também será realizada outra importante manifestação da luta antiproibicionista. No dia 09 de junho, será realizada a primeira Marcha das Favelas pela Legalização, no Campo do Beira Rio, em Manguinhos.

Em discurso no plenário, o vereador Renato Cinco destacou o crescimento na quantidade de Marchas da Maconha realizadas no estado do Rio. Além das Marchas já agendadas, estão sendo organizadas manifestações em Rio das Ostras, Paraty, Volta Redonda e São Gonçalo.

“Eu acho que, a cada dia que passa, mais pessoas vêm se convencendo de que a repressão ao mercado de drogas não funciona. Provoca violência, corrupção, cria um mercado fora de controle e ainda desvia recursos que deveriam estar sendo investidos na saúde mental e no atendimento dos usuários que fazem uso problemático de droga”, declarou Cinco.

Veja a íntegra do discurso: