Núcleo Piratininga de Comunicação é utilidade pública!

Nesta terça-feira (27), o mandato do vereador Renato Cinco finalmente aprovou o projeto 5242/2011 que reconhece como de utilidade pública o Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC).

O Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC) há 23 anos vem incentivando e melhorando a comunicação dos trabalhadores para a defesa de seus direitos e a transformação da sociedade. O NPC reúne jornalistas, professores, pesquisadores, sociólogos, estudantes, ilustradores, fotógrafos e todos aqueles interessados em tornar sua cidade, seu estado, seu país e seu mundo melhores para a maioria da população.

A principal ideia defendida pela equipe do NPC é a de que aqueles que não se sentem representados pelos meios de comunicação tradicionais devem desenvolver seus próprios veículos de informação e formação, nos quais possam defender seus direitos, apresentar suas denúncias, valorizar sua cultura e seu modo de vida e transmitir seus valores. Por esse motivo, inicialmente o NPC estava voltado à conscientização e ao aperfeiçoamento da imprensa sindical. Com o passar do tempo, ampliou sua atuação e passou a incentivar a criação de jornais, boletins, sites, revistas e programas de rádio em favelas e bairros de periferia do Rio.

Fundamental para esse trabalho foi a criação, em 2004, do Curso de Comunicação Popular do NPC, no Rio de Janeiro. Ele funciona entre os meses de maio e setembro, com aulas quinzenais aos sábados. É voltado a moradores de favelas, estudantes de comunicação social, trabalhadores formais e informais e militantes sociais diversos. O objetivo é conscientizar para o desenvolvimento de seus próprios veículos e oferecer formação nas diversas áreas da comunicação: do jornal impresso à internet, da oratória aos programas de rádio e TV. Além dos meios criados a partir do curso, um dos ganhos é a multiplicação de cursos de formação de comunicadores similares espalhados pela cidade. Já passaram pelo curso de comunicação popular do NPC mais de 300 militantes e moradores do Rio de Janeiro. E é a partir de suas indicações que se formam as turmas seguintes, o que contribui para a criação e a consolidação de uma rede de comunicadores populares que cada vez mais vêm atuando de forma conjunta e colaborativa.

Também são promovidos os Cursos Anuais do NPC, e neste ano de 2018 foi oferecida a 24ª edição. Esses espaços reúnem, em novembro, cerca de 300 jornalistas e dirigentes sindicais de norte a sul do país, interessados em debater a comunicação no Brasil e no mundo e formas de disputar a informação. Além dos aqui já citados, o NPC oferece cursos de formação, capacitação e promoção da comunicação popular e sindical pelo país inteiro.

Alguns dos mais procurados são os de história do Brasil e do mundo; comunicação sindical e disputa de hegemonia; redação; e aplicação das mídias digitais. Os membros do NPC também participam de palestras e debates sobre esses temas, além de produzir jornais, cartilhas, revistas, agendas e livros sobre e destinados aos trabalhadores.

Devido a esse trabalho constante, o NPC tornou-se referência no tema da comunicação sindical, popular e comunitária, não apenas no Rio de Janeiro, mas no Brasil como um todo.

Visite o site e conheça um pouco mais do NPC. http://nucleopiratininga.org.br/