Proposta que legaliza uso medicinal da maconha avança no Senado

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 514/2017, relatado pela senadora Marta Suplicy (MDB-SP), que descriminaliza o uso da maconha para fins terapêuticos, teve o apoio da maioria dos senadores presentes na reunião da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado.

Agora, o projeto segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e , posteriormente, deverá ser votado no Plenário do Senado antes de seguir para a Câmara dos Deputados.

O projeto surgiu através de uma sugestão popular no portal e-Cidadania. Se virar lei, vai permitir o semeio, o cultivo e a colheita da cannabis, visando o uso pessoal terapêutico, por associações ou familiares de pacientes.

Na última terça-feira (27) foi celebrado o Dia da Maconha Medicinal. O vereador Renato Cinco participou de um ato organizado por famílias beneficiadas pelo potencial terapêutico da cannabis e enfatizou a urgência da legalização.

“A política proibicionista produz várias perversidades. Uma delas é impedir que milhares de pessoas, em todo planeta, sejam beneficiadas pelas propriedades medicinais da maconha,” declarou.