Renato Cinco presidente da Comissão de Meio Ambiente

Com a saída de Jimmy Pereira e a volta do vereador Paulo Messina (PROS) à Câmara, a presidência da Comissão de Meio Ambiente ficou vaga e precisou de uma nova eleição.

A reunião para escolha dos novos postos aconteceu na tarde de quarta-feira (10) com as presenças do vereador Renato Cinco (PSOL); Rosa Fernandes (MDB) e Paulo Messina.

Renato Cinco e Rosa votaram no vereador do PSOL para a presidência e em Rosa para a vice, somente Messina votou nele mesmo para a presidência e como voto vencido, acabou como o vogal da Comissão. Diante da deliberação, Renato Cinco é o novo presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara, Rosa assume a vice-presidência e Paulo Messina é o atual vogal.

“Eu não tenho nada a comemorar neste momento em que a cidade enfrenta uma situação difícil com mais uma tragédia por conta do despreparo para lidar com as fortes chuvas. Somos uma cidade cada vez mais suscetível a grandes desastres e com uma topografia que favorece os alagamentos e deslizamentos. Além disso, o poder público não agiu da maneira adequada para minimizar os problemas das últimas tempestades e historicamente isso não é levado em consideração.”

Durante a reunião também foi aprovado o relatório de vistoria técnica ao Rio Cabuçu/Piraquê, na zona oeste do Rio, onde ocorreu vazamento de óleo por um fabricante da região.

Além disso, os vereadores aprovaram o relatório de vistoria à Floresta do Camboatá, último remanescente de Mata Atlântica, onde a prefeitura quer construir um autódromo.

Debater a questão ambiental em nossa cidade é urgente. O nosso compromisso com a luta ambientalista e ecossocialista segue firme. Apesar do cenário difícil, estamos certos de que faremos um bom trabalho à frente da comissão.