CPI Enchentes

Nesta quinta-feira (25), os vereadores Tarcísio Motta e Renato Cinco, respectivamente presidente e relator da CPI das Enchentes foram ao Tribunal de Contas do Município para requerer informações mais precisas sobre a execução de ações da prefeitura no que diz respeito à prevenção de desastres causados pelas fortes chuvas na cidade.

Os parlamentares foram recebidos pelo presidente do TCM Thiers Vianna Montebello, que se comprometeu a dar toda a ajuda necessária e colocará um auditor do órgão à disposição da Comissão.

O auditor também ficará responsável por acompanhar todas as sessões e reuniões públicas da CPI. Ficou acordado ainda que na próxima sessão, o TCM fará apresentação de um relatório sobre o meio ambiente, que ainda precisa ser votado e por isso ainda não temos acesso.

Nesta sexta-feira (26), a CPI das Enchentes fará uma Audiência Pública, no plenário da Câmara, às 14 horas. Para o encontro foram convocados secretários de cinco secretarias e subsecretarias, entre elas: Casa Civil e Conservação e Meio Ambiente e ainda de representantes da Defensoria Pública.

O prefeito Marcelo Crivella também foi convidado, mas já enviou resposta avisando que não virá.

Essa seria uma excelente oportunidade para o prefeito ouvir demandas e dar explicações sobre as últimas chuvas e o caos que se instalou na cidade, mas ao que parece ele não está muito interessado nisso. Num período em que um pedido de impeachment paira sobre as costas de Crivella, seria inteligente empenhar todos os esforços em demonstrar preocupação com a cidade.

Entretanto os secretários estão obrigados a vir e o poder executivo terá que se explicar. O prazo para que Crivella responda ao questionário enviado pelos vereadores membros da CPI também já se esgotou e será divulgado nas próximas sessões e no site da CPI.