Acorde para o colapso ambiental

A ganância e a estupidez fizeram São Paulo anoitecer às 15 horas na última segunda-feira (19). Foi a fumaça proveniente das chamas que queimam a Amazônia nas regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil, há pelo menos 20 dias, que escureceu o céu no Sudeste.

As queimadas causadas pelo desmatamento são as responsáveis por prejudicar e dar fim em vidas humanas e de muitas outras espécies, além de emitirem uma enorme quantidade de gases de efeito estufa.

De acordo com os dados do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o número de incêndios florestais aumentou 82% em relação ao mesmo período de 2018. Os números também apontam que 32 unidades de conservação e 36 terras indígenas estão em chamas. E o IBAMA já identificou 813 focos de incêndio na Amazônia!

O movimento ambientalista, no Brasil e no mundo, se organiza para protestar contra tantos absurdos. No Rio de Janeiro, a mobilização tem início nesta sexta-feira (23), às 17 horas, na Cinelândia. O vereador Renato Cinco aproveitou o triste episódio das queimadas na Amazônia para convidar a população a se somar na luta em defesa do meio ambiente e pela vida, “ainda dá tempo de evitar o colapso ambiental do planeta, mas vai ser preciso muita luta para que seja decretada a emergência climática e que haja uma grande mobilização internacional”, lembrou Cinco.

Na quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro culpabilizou as ONGs pelos incêndios. Segundo ele, os “ongueiros” querem “chamar atenção” contra o governo do Brasil e estariam chateados por “perderem a boquinha” – repasses do governo federal. A declaração somente reforça o descaso de Bolsonaro com um problema tão grave. “Nós sabemos que o que está tacando fogo nas florestas brasileiras é a ganância. A ganância do agronegócio, a ganância da mineração e a ganância de pessoas que, por exemplo, aqui no Rio de Janeiro defendem a destruição da Floresta do Camboatá para a criação do Novo Autódromo do Rio”, rebateu Renato Cinco.

Veja o vídeo:

De sexta até domingo acontecerão três atividades importantes em defesa da vida em nossa cidade. Amanhã, 23 de agosto, 17 horas na Cinelândia: manifestação em defesa da Amazônia; No Sábado, 24 de agosto, 14 horas na Rua da Lapa 107: fundação da Coalizão Rio pelo Clima e no domingo, 25 de agosto, 15 horas na Praia de Ipanema: manifestação em defesa da Amazônia. Vamos mudar o sistema para não mudar o clima!