SOS Floresta do Camboatá recebe medalha Pedro Ernesto

A luta em defesa da natureza carioca será celebrada na próxima quinta-feira (19). Nosso mandato vai homenagear o movimento SOS Floresta do Camboatá com a medalha Pedro Ernesto. A cerimônia começa às 18 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal, na Cinelândia.

Localizada ao lado da Av. Brasil, entre Guadalupe e Deodoro, a Floresta do Camboatá é um raro remanescente da Mata Atlântica na nossa cidade. Mesmo assim, a prefeitura insiste na ideia de construir neste local o novo autódromo do Rio.

Felizmente a Floresta conta com bons aliados. O movimento SOS Floresta do Camboatá é fundamental nessa resistência e será homenageado por esta importante luta em defesa do meio ambiente.

A construção do autódromo pode resultar na derrubada de 180 mil árvores, das 200 mil que existem no local. Um crime ambiental que pode ser facilmente evitado, já que existem outras cinco opções de terreno para construção do autódromo.

No momento de urgência das mudanças climáticas, setores sociais precisam se levantar mais do que nunca em defesa do meio ambiente. É inaceitável a destruição da última área de baixada de Mata Atlântica na Cidade do Rio de Janeiro.