vereador Renato Cinco no Twitter vereador Renato Cinco no Facebook

Eduardo Paes quer restringir a campanha eleitoral durante as Olimpíadas

A prefeitura do Rio inovou. Além de propor a alteração do calendário escolar e de decretar pontos facultativos ao funcionalismo público, agora quer restringir a campanha eleitoral de 2016. As medidas fazem parte do “Pacote Olímpico”, apresentado na sexta-feira (20).

O secretário de Coordenação de Governo, Pedro Paulo (PMDB), disse, em entrevista coletiva, que a ideia é cancelar a exibição da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, impedir a fixação de placas de candidatos e proibir a campanha nas ruas durante os jogos. Em discurso no plenário, o vereador Renato Cinco (PSOL) ironizou a proposta: “O secretário acha que a democracia é feia.” Para Cinco, a proposta visa esvaziar o processo eleitoral, favorecendo o candidato da situação, que continuará aparecendo na mídia, junto com Paes, ao longo da competição. (+)

Crise hídrica: não é apenas falta de água

As águas de março passaram e diluíram parte da preocupação da imprensa com a crise hídrica no Brasil. Mas o leve aumento no volume de água nos reservatórios está muito longe de ser o suficiente para evitar sérios problemas.

É neste contexto que os mandatos do vereador Renato Cinco e do deputado estadual Flavio Serafini, ambos do PSOL, promoveram o debate "Colapso Hídrico e o Ecossocialismo". Para formar a mesa foram convidados Alexandre Araújo (físico do clima e professor da Universidade Estadual do Ceará), Alexandre Pessoa (Pesquisador da Fiocruz), Carlos Vainer (professor do IPPUR-UFRJ) e Flávia Braga (professora da UFRRJ). Alexandre Araújo fez uma apresentação do cenário climático global que deixou parte do público assustada e preocupada, alertando que a crise hídrica não é um problema restrito ao país, citando problemas de abastecimento na Califórnia e na China. (+)

Brasil, pátria educadora?

No ano em que a presidente Dilma Rousseff anunciou que a prioridade do governo federal seria a educação, o ensino público do Rio de Janeiro vive um verdadeiro caos. Na sexta-feira (26), centenas de estudantes e educadores realizaram uma passeata contra os cortes no orçamento do setor. A educação foi a área mais atingida pelos cortes do governo federal.

O mês de março está quase terminando e os alunos do Colégio de Aplicação da UERJ ainda não iniciaram o ano letivo. Não há nem previsão para o começo das aulas. A justificativa para tamanho atraso é a falta de professores.Os profissionais de educação estão denunciando que o governo Pezão cortou 547 milhões de reais da educação. Diante de tal situação, a categoria vai paralisar as atividades por 24h no dia 1º de abril. (+)

Comlurb quer descontar o salários de garis que participaram da greve

Na última sexta-feira (20), a greve dos garis do Rio de Janeiro chegou ao fim. Os profissionais, que pediam 40% de aumento salarial, além de acréscimos no vale-alimentação e no auxílio-funeral, aceitaram o reajuste de 8% e o aumento do valor do auxílio para 800 reais. Entretanto, a Comlurb não quis abrir mão do desconto dos dias parados.

A proposta do advogado da categoria e da procuradora regional do trabalho era de que estes dias fossem abonados ou compensados no trabalho. Na época da greve, foram denunciadas irregularidades na contratação de temporários, inclusive menores, para realizar o serviço de limpeza da cidade. Esta semana, a Mídia Ninja divulgou um vídeo em que um repórter disfarçado consegue um emprego temporário de gari sem apresentar um documento de identidade, além de trabalhar sem treinamento e receber o pagamento da diária de maneira informal. (+)

Bancada do PSOL recebe desalojados da CEDAE

Cerca de 300 pessoas que ocupavam um terreno abandonado da CEDAE foram despejados pela polícia, na manhã desta quinta-feira (26). Agentes da prefeitura encaminharam os desalojados para a sede da GM. Os representantes municipais disseram que lá as famílias seriam cadastradas no programa federal “Minha Casa, Minha Vida”, mas o cadastro não ocorreu. Sem ter para aonde ir, o grupo se deslocou para a frente da prefeitura, onde também foi enxotado com violência.

Parte dos manifestantes seguiu, então, em passeata para a porta da Câmara Municipal, sendo recebida pela bancada do PSOL. Os vereadores Renato Cinco e Babá escutaram as demandas e os relatos de violações de direitos. Os parlamentares vão encaminhar o caso ao Núcleo de Terras da Defensoria Pública. Além disso, vão apresentar denúncia formal via Comissões de Direitos Humanos. Babá e Cinco também vão levar o caso ao vice-prefeito do Rio, Adilson Pires (PT) (+)

O que rolou?

- Colapso hídrico: foi publicado no jornal “O Globo”, da última terça-feira (24), o interessante artigo “Falta de água, informação e saneamento”, do deputado estadual Flavio Serafini (PSOL), sobre o colapso hídrico. (+)

- Maconha medicinal: também na terça-feira (24), foi publicado no jornal “O Globo” o importante artigo “O gosto amargo da maconha”, da professora Maria Gabriela M. de Oliveira, que critica a liberação do canabidiol apenas para crianças, impedindo assim o tratamento de adultos. (+)

- Impactos das Olimpíadas: o Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS) lançou, na última quarta-feira (25), o boletim “Rio de gastos 2016”, que tem o objetivo de acompanhar os investimentos públicos, o orçamento e os impactos das Olimpíadas na vida das pessoas. (+)

Deu na mídia

- Fora Daciolo: a jornalista Berenice Seara noticiou, na coluna Extra Extra online, a campanha do vereador Renato Cinco pedindo a expulsão do cabo Daciolo do PSOL. O tema também foi destaque no jornal “O Dia”. (+)

Entre Nessa!

- PSOL na rua: parlamentares do partido prestam contas de seus mandatos na próxima sexta-feira (27), às 12h30, na Praça Mário Lago (antigo Buraco do Lume).

- Reforma política: na sexta-feira (27), acontecerá a “Plenária da Reforma Política”, organizada pela “Coalização Rio pela Reforma Política”. A atividade será realizada, às 16h, na Av. Rio Branco, 277, 17º andar. (+)

- Políticas urbanas: nesta sexta-feira (27), às 19h, no IFCS, acontecerá o “Seminário de Lançamento do Setorial de Políticas Urbanas do PSOL-RJ”. (+)

- Contra a homofobia: ativistas LGBTTs estão organizando o ato “Beijo na Praça”, para protestar contra as agressões homofóbicas que têm ocorrido na Praça São Salvador. A atividade será realizada na próxima sexta-feira (27), às 20h, em Laranjeiras. (+)

- PSOL na grande Tijuca: no próximo sábado (28), acontecerá mais uma reunião do Núcleo Anticapitalista 1º de Maio do PSOL da grande Tijuca. A atividade será realizada, às 14h, na UERJ (Campus Maracanã, 9º andar, sala 9062F).

- PSOL na Zona Oeste: no sábado (28), acontecerá uma roda de conversa de apresentação do PSOL, organizada pelo Núcleo Zona Oeste II do partido. A atividade será realizada, às 15h, na Praça Seca (Rua Albano, 129, casa 1). (+)

- Saúde em debate: a Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde e o Fórum de Saúde do Rio de Janeiro convidam todos para o V Seminário da Frente, que esse ano acontecerá nos dias 27, 28 e 29 de março de 2015. Confirme presença no Facebook. (+)

- PSOL na Ilha do Governador: no sábado (28), acontecerá uma roda de conversa de apresentação do PSOL na Ilha do Governador. A atividade será realizada às 15h, na Rua Luís Sá, 305, Portuguesa. Renato Cinco será um dos palestrantes. Logo após o evento, ocorrerá uma confraternização para comemorar os 02 anos do COLIG e do Núcleo de Resistência Socialista Ilha do Governador. (+)

- Twitcam: neste domingo (29), acontecerá uma twitcam com o deputado estadual Flavio Serafini e o professor Tarcísio Motta. O encontro virtual será realizado a partir das 20h. Mais informações em: https://www.facebook.com/events/640833509350327/

- Trabalhadores em luta: na segunda-feira (30), acontecerá a plenária de organização do ato do 1º de Maio, dia do trabalhador. A atividade será realizada, às 18h30, no SEPE (Rua Evaristo da Veiga, 55, 7º andar, Centro). (+)

- Novo CD das Chicas: faltam poucos dias para o encerramento do financiamento coletivo do novo CD do grupo musical “Chicas”. Para contribuir, basta acessar o sítio www.embolacha.com.br/projeto/404-chicas-dia-util. O investimento vale a pena.

Mandato do Vereador Renato Cinco, Rio de Janeiro, PSOL.
Câmara Municipal, Pça Floriano, s/n, Cinelândia. Gabinete 504 - Anexo.
Telefone: 3814 2026.